ATENÇÃO: Esta é uma página gerada automaticamente com base na sua pesquisa. Este site não disponibiliza links para downloads ilegais ou piratas.

fábio de melo eu e o tempo

A biografia do Padre Fábio de Melo vira livro “Humano demais”
A biografia do Padre Fábio de Melo vira livro “Humano demais”

A biografia do Padre Fábio de Melo vira livro “Humano demais”

Rodrigo Alvarez e padre Fábio de Melo lançaram o livro "Humano demais: a biografia do Padre Fábio de Melo", o homem que desafia regras, canta, filosofa, faz humor, tem milhões de seguidores na internet e atravessa os muros da Igreja para falar a todos os brasileiros.

Rodrigo Alvarez e padre Fábio de Melo lançaram o livro "Humano demais: a biografia do Padre Fábio de Melo", o homem que desafia regras, canta, filosofa, faz humor, tem milhões de seguidores na internet e atravessa os muros da Igreja para falar a todos os brasileiros.

Humano demais

Encantado com as reflexões que ouviu do padre Fábio de Melo na primeira vez que se encontraram, em 2013, em Jerusalém, o jornalista Rodrigo Alvarez sentiu vontade de conhecer mais a fundo e escrever a história do sacerdote mais admirado do Brasil. Autor dos best-sellers Maria e Aparecida, lançados pela Globo Livros, o autor seguiu sua intuição e tratou de registrar em livro a trajetória de uma das principais figuras que mudaram a forma como o brasileiro encara a Igreja e a religião. Lançamento da Globo Livros, Humano Demais relata o caminho percorrido por Fábio de Melo, desde o passado difícil vivido ao lado da família em Formiga (MG), onde nasceu, e a decisão de ir para o seminário, até ele se tornar o sacerdote que emociona multidões. O livro traz também um caderno de fotos com o padre de 32 páginas. Nascido em 1971, cantor, compositor, poeta, escritor e ídolo da internet, o padre exerce atualmente o sacerdócio na Diocese de Taubaté (SP), realiza seus shows pelo país e apresenta o programa Direção Espiritual, na TV Canção Nova. Fruto de uma pesquisa minuciosa, com detalhes e passagens emotivas, a biografia revela o homem comum por trás da celebridade que todos conhecem dos programas de TV, das rádios e das redes sociais. Alvarez revisita os anos de pobreza e conflitos da família Melo, as amizades, o bom-humor e o senso crítico – que desde cedo foram as marcas registradas de Fábio de Melo –, os obstáculos e as polêmicas que fizeram daquele menino pobre um fenômeno católico, capaz de contar histórias que falam ao coração das pessoas. O autor traça um mapa da história de vida dos avós, dos pais — Dorinato, pedreiro, e Ana Maria, dona-de-casa — e dos seus sete irmãos. Filho caçula, o menino Fabinho, como era conhecido, teve uma infância conturbada. A escola era o único refúgio diante do turbulento ambiente doméstico, marcado pelas brigas constantes, pelas bebedeiras do pai e pela depressão de duas irmãs.

Padre Fábio de Melo

Fábio José de Melo Silva, mais conhecido como Padre Fábio de Melo (Formiga, 3 de abril de 1971), é um sacerdote católico, artista, escritor, professor universitário e apresentador . Pertenceu à Congregação dos Sacerdotes do Sagrado Coração de Jesus. Atua na Diocese de Taubaté, no interior do Estado de São Paulo. Como cantor, gravou oito discos pela gravadora católica Paulinas-COMEP, um pela gravadora Canção Nova, um projeto independente (Tom de Minas). Seu primeiro disco por uma gravadora secular, Vida, foi lançado pela LGK Music e pela Som Livre, com quem continua gravando, já tendo lançado mais dois discos (Iluminar e Eu e o tempo - CD e DVD) até o fim do ano de 2009. Ao todo, Fábio de Melo já vendeu mais de 2 milhões de cópias de CDs (1,8 milhão apenas na Som Livre), além de 500 mil livros. Como professor universitário, lecionou teologia na Faculdade Dehoniana de Taubaté. Atualmente, apresenta o programa Direção Espiritual, transmitido pela TV Canção Nova todas as quartas-feiras, às 22h, com reprises aos sàbados, às 20h e na madrugada de segunda, 1h da manhã. Padre Fábio José de Melo Silva nasceu na cidade de Formiga (Minas Gerais), no dia 3 de abril de 1971. Tornou-se nacionalmente conhecido por seu trabalho como comunicador: sua obra compõe-se de 6 livros publicados e também de 11 CDs que, juntos, venderam mais de 1,8 milhão de unidades. Mestre em antropologia teológica, foi ordenado em 2001 e atua na diocese de Taubaté, interior de São Paulo. Ele é o caçula dos oito filhos do pedreiro Dorinato Bias Silva e da dona-de-casa Ana Maria de Melo Silva.

Rodrigo Alvarez

Rodrigo Alvarez, autor de cinco livros, nasceu no Rio de Janeiro e atualmente é correspondente da TV Globo em Berlim. Desde 1999, como repórter, vem cobrindo os principais acontecimentos do Brasil e do mundo — residindo em Nova York, São Francisco e no Oriente Médio, com destaque especial para Jerusalém, onde passou mais de três anos entre guerras e lugares sagrados para diferentes religiões. Escreveu Aparecida, Haiti, depois do inferno e Maria, publicados pela Globo Livros, e No País de Obama, publicado pela Nova Fronteira.